Ruas astronômicas – parte 1 de 2

Pense em algo grande. Já pensou? Certamente jamais será tão grande quanto o universo, do qual somos apenas uma merdinha de um pálido ponto azul. Bilhões de estrelas, planetas, asteroides, poeira, cometas, etc – que comportam diversas teorias sobre sua criação, como a do Big Bang ou ainda certas lendas que tem gente que jura de pés juntos que são sérias.

Boa parte dos especialistas, aliás, ainda crê que o universo esteja se expandindo. Exatamente como a malha viária paulistana, que pegou vários nomes astronômicos. A começar pelo próprio universo:

Na Vila Formosa, perto da avenida Eduardo Cotching.

Na Vila Formosa, perto da avenida Eduardo Cotching.

Vamos fechar mais um pouco, quem sabe naquela estrela que nos dá a vida:

Na Cidade Satélite, em São Mateus

Na Cidade Satélite, em São Mateus

Não é por acaso que esta quebradíssima da ZL se chama Cidade Satélite, como você verá. Em torno da Sol, gravitam constelações…

Não são exatamente os signos do horóscopo

Os nativos de Gêmeos possuem habilidade manual, o que pode torná-los hábeis prestigitadores (mágicos ou ladrões!)

… estrelas …

castor

Fica lá em Gêmeos. O nome não vem do bichinho comedor de madeira, mas da mitologia mesmo. Castor, junto com Pólux (também rua) são os tais “gêmeos”.

galáxias…

andromeda

Você talvez lembre dos Cavaleiros do Zodíaco, mas eu era a única criança da sala que não assistia.

outros tipos de astros…

De uma nebulosa acabam aparecendo planetas, estrelas, etc

De uma nebulosa acabam aparecendo planetas, estrelas, etc

e até um certo praneta azul e seu satélite.

A Lua é maior que a Terra, pelo menos na Cidade Satélite: são 5 quadras contra apenas 1 da Terra.

A Lua é maior que a Terra, pelo menos na Cidade Satélite: são cinco quadras contra apenas uma da Terra – que nem tem uma plaquinha nítida para colocar aqui.

Planetas mesmo, além da Terra, só há outros dois:netuno

ou melhor, um, já que esse aí não é mais:

plutão

Só “Plutão “era nos áureos tempos. Hoje é só “134340 Plutão“, apenas um dos objetos do Cinturão de Kuiper. Fuén.

É que o resto do sistema solar está bem longe. Na Aclimação, perto da Vergueiro, estão os gigantes gasosos:

jupiter saturno urano

Os outros telúricos (nada a ver com a Baby da época que andava com o homem do rá) se espalham por aí. No centro, ao lado do Mercadão, está ele, o

... cujo deus grego é o padroeiro do jornalismo, como muito ouvi de um professor "prata da casa" da PUC...

… cujo deus grego é o “padroeiro” do jornalismo, como muito ouvi de um professor “prata da casa” da PUC…

na ZL, na Vila Formosa, não muito longe da praça Universo, está a irmã gêmea da Terra. Ele mesmo:

Terra é a Ruthinha e Vênus é a Raquel: afinal, só o tamanho é igual, porque Vênus é pior que o inferno

Terra é a Ruthinha e Vênus é a Raquel: afinal, só o tamanho é igual, porque Vênus é pior que o inferno

Só faltou um:

O Planeta Vermelho fica atrás do shopping Eldorado.

O Planeta Vermelho fica atrás do shopping Eldorado.

Mas faltou falar do verdadeiro mato do sistema solar (e provavelmente dos outros sistemas planetários que vêm sendo descobertos): os satélites…

satelite

Não por acaso, a via central da Cidade Satélite.

 Saturno tem, conhecidos, 61. Júpiter tem dois a mais: 63. Em ambos, os nomes também vêm da mitologia. A única exceção são os de Urano: os (até agora) 27 pedregulhos que o orbitam têm nomes de personagens de peças de teatro dos britânicos William William Shakespeare e Alexander Pope. E eles estão espalhados pela cidade. Alguns estão lá no limite entre Parelheiros e Grajaú, no extremo sul. O bairro é o Jardim Casa Grande. E, na falta de placas oficiais, o povo pixou o nome das ruas nas paredes, olha só:

O povo tem de se virar, já que a Prefeitura não pôs placa na rua. Ariel orbita Urano, e "homenageia" um personagem de Alexander Pope.

Ariel orbita Urano, e “homenageia” um personagem de Alexander Pope. Ele gira meio torto, e só o seu pólo sul fica virado para o Sol.

Na mitologia, Dione (ou Dionéia) era filha de Urano - mas é satélite de Saturno.

Na mitologia, Dione (ou Dionéia) era filha de Urano – mas é satélite de Saturno.

Completando o kit planetário do Casa Grande, ainda tem FebeJanus e Japetus, de Saturno, e o jupiteriano Europa, que, dizem, tem até um oceano congelado. Mas você ainda leva umas constelações de brinde, logo abaixo, margeando o início da (imensa) avenida Paulo Guilguer Reimberg:

Pequena e pouco visível, a do Corvo

Pequena e pouco visível, a do Corvo

constelacaodoesquadro

Também conhecida como Norma.

Rodando pela cidade, achamos o amiguinho de Plutão perdido no City América, na zona norte. Mas, provavelmente, o Caronte em questão é o barqueiro que levava os mortos para o mundo inferior, liderado por Plutão, na mitologia romana.

É quase do próprio tamanho de Plutão

É quase do mesmo tamanho de Plutão

De volta ao Jardim Satélite, temos o quê? Satélites, claro:

Esse é o maior de Netuno. Por muito tempo achou-se que era o único.

Esse é o maior de Netuno. Por muito tempo achou-se que Tritão era o único.

de Urano também tem de montão:

Olha o Ariel aí de novo! Mas agora tem amigos:

Olha o Ariel aí de novo!
Mas agora tem amigos:

oberon

Oberon foi uma das primeiras a serem descobertas, ainda no século 19, é um personagem de Sonho de uma noite de verãode Shakespeare.

titania

Também foi descoberta no século 19 e é uma personagem da mesma Sonho de uma noite de verão.

umbriel

Umbriel vem do mesmo texto de Ariel, e não é por acaso que ganhou esse nome. “Umbriel” é a irmã escura, como o satélite, que reflete apenas uma pequena fração da luz solar que recebe.

De Saturno temos um dos mais importantes satélites do sistema solar. Uns dizem que parece com a Terra do passado. Outros, que poderá ser nosso refúgio quando a Terra for pro saco (e nós já teremos ido faz tempo, não é?)

Titã é maior que a Lua e que Mercúrio. E tem algo que esses dois não têm: atmosfera.

Titã é maior que a Lua e que Mercúrio. E tem algo que esses dois não têm: atmosfera.

Até mesmo as duas pedras que giram em volta de Marte são lembradas no Satélite:

Deimos é o menor satélite do sistema solar. Tem apenas 6,2 km de comprimento: meno

Deimos é o menor satélite do sistema solar. Tem apenas 6,2 km de comprimento: menos que a própria rua Deimos tem de extensão. Visto do céu de Marte, confunde-se com uma estrela.

Fobos (as ruas têm as grafias antigas) está caindo 1,8 m por século. Daqui a uns 50 milhões de anos, provavelmente, vai se esfacelar contra a superfície marciana. Quem viver, verá

Fobos (as ruas têm as grafias antigas) está caindo 1,8 m por século. Daqui a uns 50 milhões de anos, provavelmente, vai se esfacelar contra a superfície marciana. Quem viver, verá.

Ainda tem mais satélites orbitando por aí – o que faria esse post, já longo, interminável. Semana que vem (prometo) falo das pessoas ligadas ao espaço que foram parar nas ruas paulistanas.

 

 

 

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “Ruas astronômicas – parte 1 de 2

  1. Isso me lembra a rua Flor de Jupiter, perto de São Miguel Paulista. Um nome bem curioso — embora deva ser o nome da uma flor mesmo, pois as ruas próximas têm nomes de flores diferentes, como Flor da Verdade, Rainha-da-Noite, Flor do Japão etc.

      • A própria “Avenida Jacu-Pêssego Nova Trabalhadores” que corta esse bairro tem um nome complexo, se analisarmos bem — sim, o nome completo dela é tudo isso, mesclando o “Córrego Jacu” por onde ela passa, com a antiga “Estrada do Pêssego” e a continuação da “Rodovia dos Trabalhadores” (atual Rodovia Airton Senna)…

  2. E finalizando, você já falou da rua Cambri, no Cangaíba, Zona Leste?
    O nome da Rua original era “Cambridge”, mas advinha se o pessoal sabia pronunciar essa palavra?
    Então foi mais fácil modificar o nome da rua, conforme um amigo meu da região me disse…

    Mas a Rua Oxford, que fica do lado, não teve alterações…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s